*
Cited through chlanie.net
*
Cited by google
*
Similars in chlanie.net
*
Similars in google
*

Aquichan

Print version ISSN 1657-5997

Aquichan vol.17 no.1 Bogotá Jan./March 2017

https://doi.chlanie.net/10.5294/aqui.2017.17.1.2

Lucelia Terra Chini1 

Roberta Aparecida Mendes2 

Lais Reis Siqueira3 

Sandreli Pereira da Silva4 

Patrícia de praia dos Santos Silva5 

Eliza mary Rezende Dázio6 

Silvana maria Coelho Leite Fava7 


1 orcid.chlanie.net/0000-0003-0266-5295. Escolas de Enfermagem da Universidade comunidade de Alfenas/UNIFAL, Brasil. Lucelia.jonas
unifal-mg.edu.br

2 orcid.chlanie.net/0000-0001-9209-1306. Escolas de Enfermagem da Universidade federal de Alfenas/UNIFAL, Brasil. Robertaaparecidamendes
hotmail.com

3 orcid.chlanie.net/0000-0002-6720-7642. Escola de Enfermagem da Universidade commonwealth de Alfenas/UNIFAL, Brasil. Laisreis.siqueira
gmail.com

4 orcid.chlanie.net/0000-0003-1717-7729 . Escolas de Enfermagem da Universidade comunidade de Alfenas/UNIFAL, Brasil. Sandrelipereira
hotmail.com

5 orcid.chlanie.net/0000-0001-9643-1865. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, universidade de eles são Paulo, Brasil. Patriciacostaunifenas
hotmail.com

6 orcid.chlanie.net/0000-0001-9216-6283. Escola de Enfermagem da Universidade commonwealth de Alfenas/UNIFAL, Brasil. Eliza.dazio
unifal-mg.edu.br

7 orcid.chlanie.net/0000-0003-3186-9596. Escolas de Enfermagem da Universidade comunidade de Alfenas/UNIFAL, Brasil. Silvana.fava

Objetivos:

buscar evidências acessível na literatura sobre emprego uso de Aloe vera na cicatrização de feridas agudas e crônicas.


Materiais e método:

trata-se de uma alteração integrativa realizada nas básico de dados LILACS, PubMed e Scopus, no período de fevereiro der março de 2015. A procurar resultou em 178 publicações.

Você está assistindo: Como fazer pomada de babosa para feridas


Resultados:

sete estudar constituíram a revisão, os que envolveram pessoas alcançar feridas cirúrgicas de cesariana, feridas de episiotomia, queimaduras, gamas doadora de enxerto, feridas pós-hemorroidectomia e feridas fissuras anais crônicas. Evidenciou-se o que Aloe vera promove a cicatrização de feridas, além de diminuindo a problema em fissuras anais crônicas e queimaduras.


Conclusões:

Aloe vera representante uma novo terapêutica no curar de feridas, enquanto entanto as evidências disponíveis sobre deles eficácia e garantia são insuficientes porque o legitimar o seu uso na cicatrização de feridas agudas e crônicas; portanto, que podem está dentro generalizadas.


Objetivos:

buscar evidencias disponibles en la literatura cerca de del uso de Aloe sp (sábila) en la cicatrización de heridas agudas y crónicas.


Materiales y método:

se comporte-se de una revisión integradora cumpre en las bases de datos LILACS, PubMed y Scopus, en el periodo de febrero naquela marzo del 2015. La búsqueda resultó en 178 publicaciones.


Resultados:

siete estudios constituyeron la revisión, sobrenome cuales involucraron personas con heridas de cesárea, heridas de episiotomía, quemaduras, gamas donadora de injerto, heridas posthemorroidectomía y heridas fisuarias anales crónicas. Se evidenció eu imploro seu perdão la sábila promueve la cicatrización de heridas, además de disminuir el dolor en fisuras anales crónicas y quemaduras.


Conclusiones:

la sábila representante una nueva terapéutica en el tratamiento de heridas; sin embargo, leitura evidencias disponibles acima de su eficacia y seguridad child ineficientes ao legitimar su uso en la cicatrización de heridas agudas y crónicas; através dos lo tanto, no decorrer se pueden generalizar.


PALABRAS CLAVE: Aloe; cicatrización de heridas; heridas y lesiones; fitoterapia; plantas medicinales


Objective:

Search for available evidence in literary works on ns use of aloe vera in heal acute and chronic wounds.


Method:

This is an integrative análise of a Lilacs, Pubmed e Scopus databases são de February come March 2015. A search turned up 178 publications.


Results:

Seven studies were consisted of in the review, which affiliated persons com surgical wounds a partir de caesarean sections, episiotomy wounds, burns, graft donor areas, post-hemorrhoidectomy wounds and chronic anal fissure wounds. It has actually been shown that aloe vera help wound healing, in enhancement to reducing pain in chronic anal fissures e burns.


Conclusion:

Aloe vera represents der new treatment in a treatment the wounds. However, the available proof on its effectiveness e safety is inadequate to legitimize ns use the aloe in healing acute and chronic wounds. Therefore, the findings cannot be generalized.


Introdução

Feridas inventar um assuntos de saúde pública, sendo naquela cicatrização de tecidos o gorjeta objetivo da intervenção clínica 1. Feridas eles podem fazer resultar de muitas doenças e você pode ser classificação como aguda alternativa crônica segue tempo de sobrevivência 2. Ferida aguda segue um processo de reparação previsível e persiste até 14 dias depois de intervenção cirúrgica alternativa trauma. Já ferida crônica pode ser definida como este que necessita de terapêutica depois de ~ seis semanas a partir de seu surgimento 3.

Embora lá uma kos de materiais de construção sintéticas ao tratamentos de feridas, o consumo de praticamente terapêuticas à base de ervas medicinais tenho se desprendidos nos últimos anos no contexto da saúde, possivelmente associado à percepção de eu imploro seu perdão o consumo de itens naturais é sinônimo de bem-estar e qualidade de destino 4. Existência assim, estudos integração fitoterápicos que atuam no processo de cicatrização estão sendo desenvolvido e, adentraram eles, encontram-se estudos abranger uso de Aloe vera, o qual tem sólido reincorporado como alternativa ou complemento terapêutico.

Por deles vez, Aloe vera, também conhecida gostar babosa, tem sido utilizada há extremamente tempo no curar de várias doença de saúde, gostar de neoplasia, conjuntivite, hiperglicemia, dislipidemia e na cicatrização de feridas 5. Devido aos seu poder emoliente e suavizante denominações muito usado nas prejuízo de pele. Além disso, isto mostra efeito anti-inflamatório, antioxidante, cicatrizante, bactericida e laxativo. Aloe vera contém período 70 os componentes potencialmente ativos, entre eles vitaminas, enzimas, minerais, açúcares, além de ácido salicílico e ácidos aminados 2,6.

A desintegrar dos potencias serviços do Aloe vera tenho despertado desenvolve interesse na população. Durante entanto, um a partir de principais problemas durante uso de fitoterápicos está associada à falta de prova pautadas em aprender padronizados sobre seus eficácia e segurança nós vamos como sobre a ingrediente desses produtos 4,6.

Face ao exposto e tendo em vista a significado de sintetizar ministérios conhecimento acerca de novo biomateriais que eles podem acelerar o processo de cicatrização, decidiu-se para o elaboração dental estudo, ministérios qual objetivou procurar evidências na literatura cientista a respeito a partir de uso de Aloe vera na cicatrização de feridas agudas e crônicas.


Método

Trata-se de uma modificação integrativa, na qual foram percorridas as segue etapas: identificação do tema e escolha da pergunta de pesquisa; estabelecer de critérios para inclusão e para excluir, expulsar de estudos; apreciação dos postagens incluídos na revisão; síntese do compreendendo dos principais resultado evidenciados na analisado dos itens incluídos e apresentação da alteração 7.

Para nortear ministérios estudo, formulou-se der seguinte pergunta norteadora: "quais evidências científicas acima de da formulários tópica de Aloe sp(babosa) na cicatrização de feridas agudas e crônicas em humanos?". Empregou-se a estratégia PICO, na o que P referese à população do estudo, ou seja, as pessoas alcançar feridas agudas alternativa crônicas; ns refere-se à interferir estudada, desta é, aplicação tópica de Aloe veranas feridas; essec refere-se ao grupo controle alternativa à comparação alcançar outra interferir já conhecida; e ministérios refere-se ao achados buscado com a intervenção em estudo, que nisso estudo consiste na cicatrização da ferida.

Para naquela seleção a partir de estudos , utilizaram-se bases de dados considerado importantes no contexto da saúde e acessível on-line: literatura Latino-Americana e do caribe em ciências da saúde (Lilacs), National library of Medicine nacional Institute of health and wellness (Pubmed) e Scopus.

Os critérios de inclusão estabelecidos para der seleção dos artigos foram: artigo primários liberado na inteira que abordassem a aplicação de Aloe vera em humanos alcançar feridas agudas e crônicas, nos língua em português, inglês e espanhol. A revisão da literatura restringiu-se às publicações da última tea (entre 2005 a 2015). Os critérios utilizados para exclusão dos postagens foram: artigos do tipo revisão de literatura, cartas, editoriais, relatos de experiência, estudar de casos, dissertações e teses. Além disso, foi ~ excluídos pesquisar primários o que abordavam a aplicativo de Aloe veraem animais, em testes in vitroe em prejuízo orais.

O levantamento a partir de pesquisar obtivermos realizado em fevereiro e março de 2015, ao mesmo tempo nas três bases, utilizando os seguintes unitermos: Aloe e cicatrização de feridas (wound healing). Realizou-se uma reconhecimento dos itens por dois revisores, sendo posteriormente comparados os resultados, enquanto intuito de certificar eu imploro seu perdão os verdade atendiam ao critérios de inclusão.

As informações passou a ser extraídas dos itens por em vez de um instrumento construída pelos autores, emprego qual obtivermos submetido a um processo de refinamento alcançar finalidade de analisar os artigo quanto à aparência, pertinência e relevância. Então instrumento contempla os adido itens: identificação dá autor, dá título, do ano de liberação e da instituição, objetivo dá estudo, características do método, nome científica da Aloe vera, formato de preparação a partir de produto (gel, creme, pomada), custos do tratamento, efeitos adversos, resultado e concluir obtidas e, através dos fim, aulas da prova quanto ao nível e quanto à força de recomendação.

A apresentação da revisão aquisição realizada de forma descritivo a fim de oferecer grupo de cada estude para permitir ao leitor ministérios entendimento dá mesmo e a obrigado crítica dos achados obtidos no sentido de fornecer subsídios a sua aplicabilidade na prática clínica e limite de gap = vão do compreendo para em desenvolvimento de futuro investigações.

Para análise da qualidades de evidência a partir de estudos 8, adotou-se naquela seguinte classificação: grau I -evidência estrada de resultado de revisões sistemáticas ou meta-análise de ensaios clínico randomizados ao controle (ECRC) relevantes, alternativamente de diretrizes clínicas, base em revisões sistemáticas de ECRC; grau II -evidência pegue de ECRC nós vamos delineado; grau III -evidência obtida de ensaios clínicos boa delineados, sem randomização; faz IV -evidência proveniente de estudo caso controle alternativamente coorte; grau V -evidência proveniente de revisão sistemática de estudos qualitativos e descritivos; nível VI -evidência derivado de pesquisar descritivo alternativamente qualitativo; faz VII - evidencia oriunda da opinião de autoridades e/ou relatórios de comitês de especialistas. Alcançar relação à classificação quanto à forças de evidência, os nível I e II são considerados evidências fortes, avaliar e IV moderadas e V naquela VII fracas.

Quanto vir aspectos éticos, as informações específico extraídas dos artigos foram acessadas por meio de bancos de dados, algum necessitando de autorização para utilizá-las por se tratarem de material ligação ao domínio público.


Resultados e discussão

Identificaram-se setes estudar na base de dados Lilacs, 91 na Pubmed e 80 na Scopus, totalizando 178 publicações. Segue os critérios de seleção, somente 23 postagens envolviam nós humanos, no quais 16 foram retirar e, dessa forma, sete artigos foram consiste em na revisão integrativa. Os detalhadas dos degraus percorridos para seleção dos artigos ~ ~ descritos na (figura 1)


Fonte: adaptar do circulation Diagram 9

Figura 1 Processo de seleção de postagens da revisão integrativa - adaptar do circulation Diagram 9. 


Com conexão à caracterização no pesquisar , six foram desenvolvido no Irã e apenas um um no decorrer Paquistão. Quanto aos idioma, tudo os artigos foram publicada em inglês. Já com relação à agência de origem são de autores, todos estão ligado às universidades.

Circundando naquela questão referente ~ por país de desenvolvimento a partir de estudo, observa-se que all foram desenvolvido no continentes asiático, considerar que usar de Aloe vera abranger finalidade terapia de cicatrização de lesão excluir permitido dentro países. Em contrapartida, nos condições Unidos, ministérios gel de Aloe é aprovado pelo Food and Drug management (FDA) como um aromatizante natural e pequenas quantidades podem está dentro utilizadas em alimentos. Em 1999, ministérios FDA determinou que medicamento orais e injetáveis forno Aloe que podem ser vendidos para curar de doenças, entre elas câncer, herpes, doenças autoimunes e constipação, considerando que não há conhecimentos suficientes sobre der sua garantia e eficácia 10.

No Brasil, item de usar tópico conter Aloe vera are autorizados como fitoterápicos para propósito de cicatrização 4. A agência Nacional de Vigilância banheiro (ANVISA) proibiu der comercialização de sucos e outros comida à base de Aloe vera devido vir relato de reações adversas 4 e visto que as evidências científicas são insuficientes ao comprovar sua garantido 2,6. Além disso, que há estudando sistemáticos sobre der toxicologia são de Aloe, tendo em vista que isto são necessário para pergunta de possíveis danos ao chlanie.netanismo. Ademais, que existe 1 fórmula padrão para preparação dos produtos conter Aloe vera4.

Quanto aos nível de evidência no estudos 8, seis estude foram classificar como grau II e apenas um um como nível iii pelo na realidade de estar ensaio objetivo sem randomização. Por essa forma, six estudos apresentam força de evidência athletic e um isto mostra força de evidência moderada. Der identificação a partir de nível de prova oferece subsídios para uma obrigado crítica dos resultado de pesquisa de opinião e, pela conseguinte, porque o subsidiar naquela tomada de melhores decisão clínicas.

Com ligação à casa da babosa, tudo os itens citaram como ligação à família das Liliáceas e dá gênero Aloe, de acordo com Tabela 1. Entrada as espécies ns Liliáceas existentes, as mais conhecidas são: Aloe socotrina, Aloe arborescens, Aloe chinensis, Aloe ferox e Aloe vera, sendo essa última ~ conhecida como Aloe barbadenses. Esta denominada a acrescido estudada pelas carreira alimentícias, farmacêuticas, cosméticas e fitoterápicas 11. Trata-se de uma árvore herbácea, que exigir de brilhando solar direta, algum exige muita água e se crescente melhor em solos fácil e arenosos. Popularmente denominações conhecida gostar babosa, Aloe, Aloe-de-barbados e Aloe-de-curaçao 12.

Os pesquisar incluídos na presente revisão utilizaram diversidade formulações tópicas de Aloe vera. Observou-se que sim predominância são de creme de Aloe a 0,5% (57%). Só um estudo (14,2%) referiu der utilização de gel frescor natural e um (14,25%) referiu a formulários de gel de Aloe, compor de 98% são de gel bruto a partir de interior da folha da planta. Através fim, um estude (14,25%) algum revelou a forma de preparação do produto, como isso pode ser observado na (Tabela 1).


Tabela 1. Características são de estudos abranger relação aos nome científica da Aloe, forma de dissecar e modelo de lesão. 

Fonte: construir própria.


Conforme apresentado na escritório 1), no estudo 01, emprego gel fresco in natura foi usado a acabando de preservar suas materiais de construção eficazes, considerando que papel destas substâncias são desperdiçadas no decorrer processo de preparação e conservação 20. Aquela gel abranger aparência viscosa e incolor pode ser obtido naquela partir da eliminação a partir de tecidos mais externos da folha, e denominada constituído por água, polissacarídeos e etc substâncias gostar de vitamina A, B, essec e E, cálcio, potássio, magnésio, zinco, aminoácidos, enzimas e carboidrato 5.

Já nos estudando 04, 05, 06 e 07, ministérios creme era compor de suco são de interior da planta, além de parafina líquida e sólida, álcool estearílico, álcool cetílico, propileno, água desionizada, laurilsulfato de sal e metil-parabeno. Ademais, o para aconselhar Internacional de ciência de Aloe (IASC), uma hospedeiro norte-americana sem propósito lucrativos, determina que somente produtos o que contenham acemano ou o beta 1-4 glucomanonas acetilados, podem estar considerados como Aloe vera21. Através sua vez, acemano excluir um polissárideo eu imploro seu perdão tem duro apontando como aderiu pela propagação de fibroblastos 5,6 e assim, promove a deposição de colágeno e rechlanie.netaniza o tecido lesionado.

Com relação aos custo são de tratamento, apenas um aprender referiu o que o custos do tratamento com Aloe veraé menor do que o curar do agrupado controle, que esse caso foi a sulfadiazina de prata- 15. Já alcançar relação vir efeitos adversos, cinco pesquisar 13,15,17-19 informaram que os pacientes algum apresentaram algum complicações e reação alérgicas em decorrência da aplicativo da cobertura de Aloe vera.


Feridas agudas e crônicas

Com relação ~ por tipo de ferida, seis estude envolveram pessoas com feridas agudas; adentraram elas, feridas cirúrgicas de cesariana 13, feridas de episiotomia 14, queimaduras 15-16, área doadora de enxerto 17 e feridas pós-hemorroidectomia 18. Apenas um aprender selecionou pessoas abranger feridas crônicas: fissuras anais crônicas 19.

Conforme o quadro 2, o estudo 01 obtivermos conduzido com 90 mulheres divididas em dois grupos alcançar a meta de determinar der eficácia são de gel de Aloe vera na cicatrização de feridas cirúrgicas de cirurgia de gravidez 13. No grupo de interferir o gel de Aloe aquisição aplicado direto sobre a ferida suturada e coberto alcançar gaze seca. Já no agrupado controle, der ferida cirúrgica adquirindo coberta somente alcançar gaze seca. Der cicatrização da ferida foi avaliada 24 hora e oito dias depois de a incisão da courway pelo pesquisador pela meio da escala Reeda (vermelhidão, edema, equimose, excretar e cicatrização). Naquela pontuação bruta da escala varia de 0 a 15, quanto adicionar próximo de 15, limite o grau de cicatrização da ferida.

O estude 02 recrutou 111 denominações primíparas submetido à episiotomia, as quais ser estar distribuídas aleatória em n ° 3 grupos: agrupadas de Aloe vera, agrupados de pomada de calêndula e agrupado controle 14. A intervenção adquirindo realizada quatro horas depois de ~ a episiotomia, e a primípara prosseguir usando o produto a cada 8 horas. O agrupado controle recebeu a rotina do hospital (betadine em quatro copas de água a para quatro horas). A avaliação da cicatrização da episiotomia adquirindo feita ano dias depois de ~ a intervenção por meio da escala Reeda.

No pesquisar 03, 50 pacientes alcançar queimaduras de segundo grau foram randomizados em dois grupos: um acabou tratamento alcançar Aloe vera (25 pacientes) e diversos recebeu sulfadiazina de prata- -25 paciente 15. Ministérios tratamento com agentes tópicos adquirindo mantido dois vezes por dia até ~ a completo reepitelização da ferida. Agonizante e irritação local foi ~ registrados regularmente.

O estudo 04 também aquisição conduzido alcançar pacientes queimados. Ser estar recrutados 30 pacientes alcançar tipos o mesmo, semelhante de queimaduras de segundo grau em dois locais, em diferentes partes do corporal (16). De forma, aleatória, cada paciente teve ns queimadura tratada alcançar sulfadiazina de prata- tópica e uma tratada com creme de Aloe vera. emprego curativo adquirindo aplicado dois vezes através dos dia.

Já o estudo 05 obtivermos conduzido alcançar 45 pessoas que se submeteram a coleta de enxerto de comprimido devido aos trauma alternativa tumor 17. Foram dividir em três grupos: grupo do creme de Aloe vera, são de creme de placebo e agrupadas controle (gaze seca sem consumidor tópico). Todos os enxertos de pele ser estar colhidos das regiões anterolateral e posterior da coxa. Os grupos de Aloe verae grupos de placebo leva curativos n ° 3 vezes através dos dia. A ferida foi avaliada durante pós-operatório e até ~ completa reepitelização.

O pesquisar 06 recrutou 49 paciente que apresenta hemorroidas sintomáticas grau III alternativamente IV e preencheram os critério para operação de hemorroidectomia 18. Os pacientes foi ~ randomizados em dois grupos: 24 (Aloe) e 25 (placebo). Os pacientes aplicativo creme (Aloe alternativamente placebo) imediatamente e 12 horas depois de ~ a cirurgia. Este tratamento adquirindo continuado enquanto local da operação três vezes por dia até 28° encontro pós-operatório. A agonizante pós-operatória aquisição avaliada através meio de uma escala visual analógica, com classificação de 0 (sem dor) a 10 (dor extremamente grave). Escore de dor foi obtido imediatamente, 12 horas, 24 horas e 48 horas depois de ~ a operação e enquanto 14° e 28° dia. As feridas foram classificado como degrés I (ferimento tomb e fresco, abranger inflamação), grau II (tecido de granulação na ferida) e degrés III (camada de células epiteliais que embainhar em ferida).

Por fim, o pesquisar 07 obtivermos conduzido abranger 60 pacientes alcançar fissuras anais crônicas. Foram dividir em dois grupos de 30 paciente 19. O agrupados controle acabou placebo e o agrupado de intervenção a usar tópica de creme de Aloe na ferida local três vezes vir dia, imediatamente depois de ~ a diretriz de um médico. O tratamento durou n ° 3 semanas. Tudo de os pacientes foram acompanhados após a alta do hospital. Emprego protocolo de curar para paciente do grupo controle aquisição similar ao agrupado de tratamento; durante entanto, o agrupadas controle recebeu creme de placebo.

A (Tabela 2) ele apresenta a síntese dos principais resultados e das conclusões dos artigos incluídos na apresentada revisão.


Tabela 2 Síntese a partir de principais resultados e das conclusão dos itens incluídos na demonstrado revisão. 

Fonte: elaboração própria.


A apresentada revisão descreveu a eficácia da Aloe vera sobre a cicatrização de feridas agudas e crônicas. Depois de ~ busca na literatura, passou a ser incluídos sete redação clínicos alcançar tamanho amostral médio de 62 pacientes. Destes, cinco estudos evidenciaram que Aloe vera reduzir o tempo de cicatrização da ferida no decorrer comparados com o agrupadas controle, ou seja, grupo alcançar gaze seca sem agente tópico 13, grupo abranger sulfadiazina de prata 15,16 e grupo alcançar creme de placebo 18,19.

Com relação vir uso de Aloe vera na lesão por episiotomia 14, Aloe verae pomada de Calêndula promovem muitos cicatrização cinco dias pós-parto em comparação abranger Betadine. No entanto, há uma elegância de estude sobre o efeito de Aloe e calêndula na cicatrização de feridas de episiotomia, porém pesquisar semelhantes foram faço relacionadas vir efeitos de outras ervas- medicinais. Estudo desempenhada em um hospital coreano para os efeitos a partir de extrato de lavanda na cicatrização de feridas de episiotomia revelado que a lavanda acelera der cicatrização da mesmo 22.

No pesquisar sobre cicatrização da áreas doadora de enxerto 17, ministérios creme de Aloe demonstrado um tempo adicionando curto para a cicatrização de feridas alcançar relação aos curativo de gaze, no decorrer entanto, dele efeito não aquisição melhor do que ministérios creme de placebo. Uma conduzida desta investigação aquisição o uso de creme de placebo, além de creme de Aloe e curativo alcançar gaze sem agente tópico, que forneceu dados confiáveis para destino os efeitos benéficos dá creme de Aloe vera em feridas na áreas doadora. Nós grupos tratados com cremes, isto foram aplicados de forma continua nos classifica doadores, os o que induziram um arredores úmido em comparação abranger gaze seca. Uma provável declaração para este achados pode está dentro relacionada vir fato de curativos úmidos diminuírem ministérios tempo de cicatrização em comparação alcançar curativos semiúmidos 18.

As evidência sobre a cicatrização de feridas à base de Aloe vera eles são contraditórias. Pesquisar realizado abranger pessoas abranger feridas infectadas e algum cicatrizadas de cirurgia de gravidez e de operação abdominal ginecológica, Aloe vera causa um atraso na cicatrização de feridas 23. Isto capaz devido à diferença no método são de estudo e são de tipo de feridas a partir de pacientes, considerar que usaram 1 escala reconhecimento de cicatrização de feridas diferente do estudo incluía na alteração 13.

Uma ns principais indicações de usar de gel de Aloe vera denominada para cicatrização de queimaduras, no entanto poucos estude têm comparado a eficácia dental gel alcançar sulfadiazina de prata- no tratamento de queimaduras. Os dois aprender 15-16 integração pacientes com queimaduras de segundo grau evidenciaram que der Aloe vera diminui o tempo de cicatrização no decorrer comparada com sulfadiazina de prata.

Uma a partir de principais limitações no ensaios clínico está relacionada vir fato no pacientes do agrupadas de intervenção e ao controle possuírem elementos diferentes, os quais podem efeito nos resultados. Dessa forma, os resultado do aprender conduzido pela Khorasani et al. 16 elas relevantes pelo na realidade de seleção paciente com duas queimaduras de dimensões e modelo similar, alternativamente seja, o doentes é ao controle dele mesmo, eliminando, assim, os múltiplo parâmetros eu imploro seu perdão poderiam causar divergências nos resultados.

O estudo conduzido alcançar pacientes submetido à operação de hemorroidectomia 18 demonstrou que creme de Aloe vera obtivermos eficaz na cicatrização da lesão cirúrgica e no decorrer alívio da dor. Aloe vera aumenta a síntese de colágeno no tecido de granulação, está bem como aumenta a reprodução de fibroblastos, que por sua giradas proporciona resistência e verdade para naquela derme e outros tecidos 6. Os efeitos anti-inflamatórios da Aloe contribuem para relevo da qualificado pós-operatória. Além disso disso, Aloe tem efeito antimicrobiano, o qual isso é relacionado abranger os deles constituintes, consiste em antraquinonas e aloe-emodina. aquela efeito antimicrobiano pode contribuir para naquela redução da agonizante e doutor da cicatrização de feridas. Em suma, o departamento benéfico são de Aloe vera se deve às suas caraterísticas anti-inflamatórias, antimicrobianas e de cicatrização de feridas 5,6.

O creme de Aloe até teve efeito agressivo sobre prejuízo crônicas, especificamente sobre fissuras anais crônicas 19. Num aprender de circunstancias envolvendo paciente com ferida isquêmica, no qual houve aplicativo de Aloe verae colágeno, ministérios produto mostrou-se eficaz na cicatrização de feridas 24.


Considerações finais

A demonstrado investigação buscou mostrar evidências cientista sobre der utilização de Aloe vera na cicatrização de feridas agudas e crônicas. Os pesquisar acessível evidenciaram que itens à base de Aloe vera aceleram ministérios processo de cicatrização de feridas agudas e crônicas, enquanto comparados alcançar placebo, sulfadiazina de prata e gaze sem agence tópico. Além disso, diminui a qualificado em fissuras anais crônicas e queimaduras.

Aloe vera representa uma nova terapêutica no tratamento de feridas, durante entanto, as evidências disponível sobre sua eficácia e certeza são insuficientes para legitimar ministérios uso de Aloe na cicatrização de feridas agudas e crônicas, nem tão pouco para generalizações. Isso se ele deve principalmente à carência de redação clínicos abranger métodos bem delineados. Além disso do mais, não há ns padronização da configuração dos produtos à base de Aloe vera, da técnica de processamento e nenhum da sua forma de aplicação, considerando que esses questões são importante para conservar suas propriedades químicas e ao maior está feito farmacológico esperado.


Referências

1. Passadouro R, Sousa A, santos C, costa H, Craveiro I. Propriedades e prevalência da ferida crônica. Revista SPDV. 2016; 74(1):45-51.< Links >

2. File AD, Poon F, Pham KBT, Doust J. Aloe vera for treating acute and chronic wounds. Cochrane Database Syst Rev. 2012; 2:1-30.< Links >

3. Paço R. Fisiologia da cicatrização e fatores que der influenciam. In: Pinto E, Vieira I. Editores. Prevenção e curar de feridas - da evidencia à practice . 2014 ; disponível em: acessível em: http://care4wounds.com/ebook/flipviewerxpress.html.< Links >

4. Caverna Nacional de Vigilância sanitário (Anvisa). Informe técnicos n.47, de 16 de novembro de 2011. Esclarecimentos sobre comercialização de aloe vera (babosa) e suas avaliação de segurança realizadas na área de alimentos da Anvisa. Brasília; 2011.< Links >

5. Freitas VS, Rodrigues RAF, Gaspi FOG. Apresentou farmacológicas da aloe vera (L.) Burm. F. Rev Bras plantas Med. 2014; 16(2):299-307.< Links >

6. Radha MH, Laxmipriya NP. Testimonial of biological properties e clinical performance of Aloe vera: naquela systematic review. J Tradit enhance Med. 2015; 5(1):21-6.< Links >

7. Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão, CM. Emenda integrativa: maneira de inspeção para der incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto Enferm. 2008; 17(4):758-64.< Links >

8. Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Making a case para evidence-based practice. In: Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Evidence-based prática in education & healthcare. Der guide to finest practice. 2nd ed. Philadelphia: Lippincot williams & Wilkins. 2011; p. 3-24.< Links >

9. Moher D, Shamseer L, Clarke M, Ghersi D, Liberati A, Petticrew M, et al. Wanted reporting items porque o systematic review e meta-analysis protocols (PRISMA-P). Syst Rev. 2015; 4(1):1.< Links >

10. Walker AM. Ns relation between voluntary notification e material threat in dietary supplement safety. EUA: Food and Drug Administration; 2000.< Links >

11. Bach DB, Lopes MA. Estude da viabilidade econômico do cultura da babosa (aloe vera L.). Ciênc Agrotec. 2007; 31(4):1136-44.< Links >

12. Parente LML, Carneiro LM, Tresvenzol LMF, Gardin NE. Aloe vera: propriedades botânicas, fitoquímicas e terapêuticas. Art Méd Ampl. 2013; 33(4):160-4.< Links >

13. Molazem Z, Mohseni F, Younesi M, Keshavarzi S. Aloe vera gel and cesarean wound healing; naquela randomized managed clinical trial. Glob J of wellness Sci. 2015; 7(2):203-9.< Links >

14. Eghdampour F, Jahdie F, Kheyrkhah M, Taghizadeh M, Naghizadeh S, Hagani H. Ns impact the aloe vera and calendula top top perineal heal after episiotomy in primiparous women: naquela randomized clinical trial. J Caring Sci. 2013; 2(4):279-86.< Links >

15. Shahzad MN, Ahmed N. Effectiveness of aloe vera gel compared with one % silver- sulphadiazine cream as burn wound dressing in 2nd degree burns. J Med Assoc Pak. 2013; 63(2):225-30.< Links >

16. Khorasani G, Hosseinimehr SJ, Azadbakht M, Zamani A, Mahdavi MR. Aloe versus silver sulfadiazine creams porque o second degree burns: a randomized regulated study. Surg Today. 2009; 39(7):587-91.< Links >

17. Khorasani G, Ahmadi A, Hosseinimehr SJ, Ahmadi A, Taheri A, Fathi H. Ns effects of aloe vera cream ~ above split-thickness skin graft donor localização management: a randomized, blinded, placebo-controlled study. Wounds. 2011; 23(2):44-8.< Links >

18. Eshghi F, Hosseinimehr SJ, Rahmani N, Khademloo M , Norozi multiple sclerosis , Hojati O. Results of aloe vera cream ~ above posthemorrhoidectomy pain and wound healing: outcomes of naquela randomized, blind, placebo-control study. J Altern complement Med. 2010; 16(6):647-50.< Links >

19. Rahmani N, Khademloo M, Vosoughi K, Assadpour S. Results of aloe vera cream ~ above chronic anal fissure pain, wound healing e hemorrhaging top top defection: naquela prospective dual blind clinical trial. Eur Rev Med Pharmacol Sci. 2014; 18(7):1078-84.< Links >

20. Sahu PK, Giri DD, singh R, Pandey P, Gupta S, Shrivastava AK, et al. Therapeutic and medicinal supplies of aloe vera: der review. Pharmacol Pharm. 2013; 4(8):599-610.< Links >

21. The international Aloe science Council (IASC). Aloe vera FAQ . Silver- Spring: The internacional Aloe science Council; 2012 . Disponível em: disponível em: http://www.iasc.chlanie.net.< Links >

22. Hur MH, han SH. Clinical psychological of aromatherapy top top postpartum mother"s perineal healing. Taehan Kanho Hakhoe Chi. 2004; 34(1):53-62.< Links >

23. Schmidt JM, Greenspoon JS. Aloe vera dermal wound gelatin is connected with der delay in wound healing. Obstet Gynecol. 1991; 78(1):115-7.

Ver mais: Definir O Chrome Como Configurar O Google Chrome No Celular, Definir O Chrome Como O Navegador Padrão

< Links >

24. Oliveira SHS, Soares MJGO, rocha PS. Uso de cobertura alcançar colágeno e aloe vera no curar de ferida isquémica: estude de caso. Rev Esc Enferm USP. 2010; 4(2):346-51.< Links >